Desabafo quanto ao meu plano de saúde

Desde o quinto mês de gestação eu e meu marido manifestamos a vontade de fazer laquiadura. A médica só requisitou no oitavo mês. Pois bem, estou com nove meses e ainda não fiz a cesária, pois quero fazer apenas uma cirurgia com dois procedimentos cirurgicos. E não duas cirurgias.

Temo pela vida de minha princesa, pois minha UNIMED é de Assu e estou residindo em Natal/RN. A burocracia é gigantesca e a avaliação demorada. Chegou ao ponto de ter de pagar o procedimento cirurgico por fora e isso não é barato.

Porque precisamos perder uma vida para que os planos sejam obrigados a agir.

No meu caso em específico, estou com 37 anos, herniade disco (o médico falou que tinha de ficar com no máximo 85 KG  para não ter riscos de ficar paralítica. Estou com 113,9 e de medo o de minha menina nascer morta graças a esta demora na avaliação), minha coluna não está mais suportando o peso. Consequência: Saio pra fazer a fera pela manhã e durmo toda a tarde para descançar, meus pés e mãos estão inchando sempre, tenho dores pavorosas na pelves cada vez que ando. Mas como não é no coro deles, ficam protelando a resposta.

Rezo pra não acontecer nada nem comigo e nem com minha princesa. Pois tão certo quanto dois mais dois é quatro, sei que meu marido vai mover mundos e fundos para  o responsáveis pagarem judicialmente pelo ocorrido.

 

É muito descaso com quem realmente precisa. Pois soube por minha médica, que outros procedimentos idênticos ao meu, por serem da UNIMED de Natal/RN no mesmo dia foi aprovado. Detalhe: para uma mãe de 25 anos sem nenhum problema aparente. Estava na segunda gestação.

 

É meu direito, fazer esta laqueadura. Eu tenho riscos a minha saúde e a minha filha, devido a demora e parece que isso não é o suficiente para sensibilizar um médico.

 

ONDE É QUE VAMOS PARAR???

INÍCIO

Oi, Galerinha!!!
Sou a professora Renata Garcia. Eu quis algo mais. Para isso, construí este blog, onde irei colocar todos os meus trabalhos, fotos e tudo o que achar pertinente. Vou colocar também algumas notícias sobre pedagogia que encontrar na internet, com a minha opinião sobre o assunto, pois sou altamente questionadora. Espero que além de gostarem, recomendem.

Até breve.

Meu primeiro cartão de natal

No espírito do natal, comecei a preparar algumas coisas para quem costuma me prestigiar com sua presença E comentários construtivos em minhas humildes criações.

Natal sediará Encontro Regional dos Funcionários da Educação

A direção do SINTE-RN colocou-se como anfitriã do Encontro Regional dos Funcionários da Educação promovido pela CNTE na Região Nordeste nos dias 23 e 24 de novembro. De acordo com o diretor de Organização dos Funcionários da Educação, João Willians, esse é o primeiro encontro nacional a acontecer no Rio Grande do Norte.
Para o sindicalista a organização desse segmento da categoria é fundamental e essa é uma política que tem feito a diferença nos últimos anos. “Em 2005 o MEC criou mais uma área na Educação, a chamada área profissional nº 21, fruto da luta orgânica e histórica dos funcionários”, disse. “Outro salto de qualidade foi a lei da ex-senadora Fátima Cleide que faz uma Emenda Constitucional tornando os funcionários profissionais da Educação. Uma grande conquistas”, cita o sindicalista.
O histórico nos últimos 10 anos, a partir da CNTE e dos sindicatos consolida o momento de discussão nas regiões do país e mostra que os funcionários são tão importantes quanto necessário para uma Educação pública de qualidade.
FONTE: SINTE RN

Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy promove II Encontro Científico e Pedagógico

O Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy (IFESP), tem sua história ligada à fundação da Escola Normal de Natal, ocorrida no ano de 1908. Na qualidade de Instituição de Ensino Superior celebra seus dezoito anos de vida acadêmica (1994-2012), ocasião em que promove, no período de 29 de novembro a 1º de dezembro, um evento com o tema Memórias e Saberes Docentes, que agrega o II Encontro Científico e Pedagógico do IFESP, o II Seminário do PARFOR e a VI Mostra Artístico, Literária e Cultural – MALC.
Durante o evento serão desenvolvidas atividades voltadas para divulgação de pesquisas e práticas pedagógicas, estimulando necessária investigação científica e a experimentação educacional. Para tanto pretende aglutinar professores, pesquisadores e um corpo discente que atua na rede pública de ensino do RN, hoje composto por mais de 500 alunos, matriculados no curso regular de Pedagogia, nos cursos de Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Letras e Licenciatura em Pedagogia do PARFOR, oferecidos pelo IFESP em convênio com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e nos Cursos de Especialização Lato Sensu.
Na programação do evento consta diversas atividades – Minicurso, Mesa Redonda, Oficina Pedagógica, Relato de Experiência, Palestra, Comunicação Científica e Pôster – de forma a possibilitar aos presentes acesso a um conjunto de saberes e práticas disciplinares desenvolvidos nas diversas áreas de trabalho voltados ao ensino, à pesquisa e à extensão. Ao mesmo tempo serão desenvolvidas atividades que proporcionarão momentos únicos de beleza e de prazer estético, unindo os pólos do saber com as mais variadas manifestações artísticas e culturais.
Confira a programação AQUI.

HATMO no Dia Nacional da Doação de Sangue‏

 
Gostaríamos de contar com seu apoio, divulgação e participação no  DIA NACIONAL DA DOAÇÃO DE SANGUE, que será no dia 23/11/2012 ás 9h, no HEMONORTE, onde a HATMO-RN e Banda THE FROIS estarão participando e fazendo a festa!!! Queremos ver a alegria de todos nesse evento para comemorando o Dia Nacional do Doador de Sangue!!! Vamos que vamos!!! DOAR SANGUE É SALVAR VIDAS!!!

Rosali Batista Ramalho Cortez

Presidente da HATMO ( Humanização e Apoio ao Transplantado de Medula Óssea )

Flipipa abre espaço para debates sobre o jornalismo

Os traços de Newton Navarro dominam o cenário que emoldura os debates do Festival Literário da Pipa, que em 2012 chega a sua quarta edição com uma programação que ressalta e investiga os vestígios do Modernismo na produção literária brasileira. Apesar de pontuada por debates sobre o viés modernista na poética de Cascudo e de Carlos Drummond de Andrade, a primeira noite do Flipipa também abriu espaço para o jornalismo e a relação estreita entre realidade e ficção em obras como a recém-lançada “Sagrada Família”, de Zuenir Ventura, atração principal de ontem – ao lado do compositor, poeta e filósofo carioca Antônio Cícero, e a jornalista Joyce Pascowitch.
Yuno SilvaJoyce Pascowitch, Tácito Costa e Eliana Lima na abertura do FlipipaJoyce Pascowitch, Tácito Costa e Eliana Lima na abertura do Flipipa

A grande presença do público, que lotou a Tenda Literária e movimentou outros espaços onde aconteciam atividades paralelas à programação principal, confirma a consolidação do evento como importante elemento de transformação cultural da localidade – detalhe citado, inclusive, em recente reportagem da revista Época, onde o Flipipa figura ao lado de iniciativas como os festivais Literário de Paraty (RJ), (de Música) de Campos do Jordão (SP), de Cinema de Gramado (RS), de Dança de Cabo Frio (RJ) e mais outros 20 projetos espalhados pelo Brasil.

Na mesa capitaneada por Antônio Cícero e o potiguar Carlos Braga, que abordou a temática “Modernismo e modernidade em Carlos Drummond de Andrade”, a segunda da primeira noite, o público chegou mudo e saiu calado: Cícero desandou a falar, recitar e comentar o contexto histórico da obra de Drummond, e não deu chance para o compenetrado público participar do debate – o próprio Braga, que deveria conduzir o papo, deu apenas o ponta pé inicial. Com isso, apesar do interesse em torno do assunto, perdeu-se em interatividade e dinâmica.

Já o debate “Jornalismo, cultura e sociedade: nos bastidores da notícia”, com as jornalistas Joyce Pascowitch e Eliana Lima, tendo Tácito Costa como animador do papo, deu uma arejada na programação com uma conversa mais ágil. “O ponto de ruptura do colunismo social tradicional aconteceu quando as informações passaram a ter uma abordagem mais cultural”, observou Joyce, considerada uma das pioneiras no país desse novo perfil do colunismo. “Vejo as redes sociais como elemento colaborador”, disse, contrariando a opinião de Eliana Lima. 

 
Ficha do Jogo

Ficha das Principais Competições do Brasil e do Mundo

Professora Renata Caline

This WordPress.com site is the cat’s pajamas

Ficha do Jogo

Ficha das Principais Competições do Brasil e do Mundo

Professora Renata Caline

This WordPress.com site is the cat’s pajamas